A sustentabilidade tem sido o foco de muitas cidades. A Arcadis, uma consultora estratégica ambiental, desenvolveu um estudo que aponta três aspectos para medir a sustentabilidade das cidades, são eles : sociais, ambientais e econômicos.

Os aspectos sociais são aqueles relacionados a expectativa de vida, como taxas de obesidade e criminalidade . O aspecto ambiental é medido através da implementação de energia limpa, como taxas de poluição, taxa de reciclagem e mobilidade. Já o aspecto econômico avalia as possibilidades de se empreender um negócio de sucesso na cidade, analisando o turismo, conectividade ou taxas de emprego.

A partir desses aspectos, a consultora Arcadis e o Centro de Economia e Business Research (UK) elencaram as cidades mais sustentáveis no mundo. A  pesquisa analisou ao todo 100 grandes cidades usando 32 indicadores.

Confira as 10 cidades que estão na lista:

1. Zurique (Suíça)

O topo da lista fica com a cidade suíça, Zurique, que além de ocupar o 1º lugar no índice ambiental, está em 5º na economia e em 27º no aspecto social.
A rede de transporte público da cidade é um exemplo a ser seguido, sendo altamente eficiente e sustentável.

2. Singapura (Cidade Estado da República de Singapura)

Com mais de 7 mil habitantes por metro quadrado, a cidade possui 29,3% de arborização, não à toa fica em 2º lugar da lista de cidades mais sustentáveis do mundo. Além disso, o governo desenvolveu um plano de mobilidade que promove o transporte público e compartilhado.

3. Estocolmo (Suécia)

A capital sueca entra na lista graças a iniciativas como a transformação de Hammarby Sjöstad, antiga área industrial que é o primeiro distrito ecológico de Estocolmo, com circuitos fechados de água, resíduos e energia.

4. Viena (Áustria)

A cidade austríaca ocupa a quarta posição devido sua segurança, baixo preço de moradias e bom funcionamento do transporte público. Além disso, o projeto Smart City Vienna chama atenção porque busca alcançar uma cidade com zero emissão e autossuficiência de energia.

5. Londres (Inglaterra)

Londres apresenta grandes oportunidades econômicas e iniciativas ambientais, como ônibus com baixa emissão de gases ou programas voluntários. A cidade possui alta densidade populacional e em constante crescimento.

6. Frankfurt (Alemanha)

A cidade alemã oferece a seus habitantes boa qualidade de vida e ampla gama de empregos, sendo um dos principais centros econômicos do país.

7. Seul (Coreia do Sul)

A capital da Coréia do Sul lidera o ranking social graças as suas políticas de planejamento para eliminar a discriminação, facilitar o acesso ao emprego e melhorar a mobilidade, como o Plano Seul. Somado a isso, existem projetos para melhorar da sustentabilidade na cidade, como a restauração de rios, que deixaram de ser áreas de poluição para se tornarem locais de lazer e recreação.

8. Hamburgo (Alemanha)

A cidade é uma das cidades mais populosas da Alemanha e foi considerada a Capital Verde da Europa em 2011. Hamburgo se destaca pela conscientização ambiental, com iniciativas como o “guia de compras ecológicas”, com informações sobre alternativas de consumo sustentáveis na cidade.

9. Praga (República Checa)

Praga possui iniciativas que melhoram a qualidade de vida de seus habitantes e reduzem o impacto ambiental, especialmente em termos de mobilidade e transporte público, além de ser um dos mais importantes centros da Europa.

10. Munique (Alemanha)

A cidade alemã tem como objetivo se tornar a primeira cidade do mundo suprida apenas por energia renovável. Além disso, ocupa o 3º lugar no ranking das cidades com melhor qualidade de vida no mundo.