O presidente do Uber, Dara Khosrowshahi, afirmou em entrevista que a empresa pretende fazer de Londres, capital da Inglaterra, a primeira cidade em que todos os carros cadastrados no app sejam elétricos. Os planos preveem que até 2025 a frota totalmente elétrica esteja funcionando na cidade.

A empresa afirma que com a mudança, o aplicativo passará a cobrar uma tarifa adicional de emissão zero de poluentes equivalente a 15 centavos por milha (1,6 km). A tarifa seria uma forma de ajudar os motoristas a adotarem a tecnologia, estimulando a troca dos seus carros comuns, por carros elétricos.

O projeto de uma frota elétrica na capital tem o apoio do prefeito da cidade, Sadiq Kahn, que também tem um projeto de combate à poluição em Londres. A prefeitura também deverá contribuir financeiramente com o projeto da Uber. No ano passado, a Uber teve problemas para operar em Londres, quando a reguladora de transportes da cidade recusou-se a renovar a licença de operações da empresa. Em junho deste ano, um tribunal decidiu que as corridas pelo app poderiam voltar a acontecer pelos próximos 15 meses.

Carros elétricos

Existem inúmeras vantagens que podem ser apontadas em relação ao uso de carros elétricos. Quando se troca um automóvel com um motor alimentado por combustíveis fósseis (gasolina, gasóleo, gás) por um carro movido a eletricidade, você com certeza está contribuindo para um planeta mais limpo.

Com zero emissões, o carro elétrico poderá ser a solução na luta contra a poluição nos grandes centros urbanos.
Além disso, existem uma característica que tanto pode estar do lado dos prós como dos contras: a ausência de ruído. Por um lado, esta característica reduz a poluição sonora e aumenta os níveis de harmonia para quem conduz, por outro, exige atenção redobrada.