Ipojuca ocupa pela terceira vez o primeiro lugar no Ranking brasileiro de segurança

Em 2018, Ipojuca, município brasileiro do estado de Pernambuco, foi eleita a cidade mais inteligente no quesito segurança, pelo Ranking Connected Smart Cities. Com 3.157 pontos, Ipojuca desenvolve a maior captação da estrutura em proteção, ocupando pela terceira vez o título de cidade mais inteligente do Brasil. Em segundo lugar aparece a cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas, com 3.086 pontos.

A cidade também ocupa as melhores posições por porte, tendo de 50 a 100 mil habitantes. O Ranking conta com a participação de cerca de 700 cidades e analisa os municípios com base em 11 indicadores. Para conferir o ranking completo, clique aqui.

Para montar o ranking de segurança, foi necessário levar em consideração seis critérios: o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidentes de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito.

Ipojuca

Ipojuca localiza-se fica na Região Metropolitana, cerca de 49km da capital de Pernambuco, Recife. A orla marítima conta com 10 praias, todas internacionalmente conhecidas, como a famosa Porto de Galinhas, eleita dez vezes consecutiva a melhor praia do Brasil, pela Revista Viagem e Turismo.

Segurança 2017

Em comparação ao ano de 2017, o primeiro lugar havia ficado para Vinhedo, localizado no interior de São Paulo. No ano de 2018, acabou descendo a colocação e ficou em 7ª lugar da posição no ranking.

Sobre o Ranking

A programação visa debater e apresentar soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil. De acordo com o Ranking Connected Smart Cities, a pesquisa está em sua 4ª edição e tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança, mesmos eixos temáticos do evento Connected Smart Cities.