Com o tema ‘Cidades Inteligentes – Um novo centro de competências em Portugal?’, aconteceu em 26 de março, em Lisboa, uma conferência que teve como foco a criação de um novo centro de competência sobre cidades inteligentes na capital portuguesa, com vocação global.

O evento reuniu representantes de empresas ligadas à inovação e do setor público e debateu também os principais temas que estão na agenda da União Europeia, como tecnologia da informação e suas aplicações, soluções para sustentabilidade ambiental, gestão urbana, eficiência energética e mobilidade.

Palestram no evento: Inês Ferreira (Altice Portugal), José Gonçalo Regalado (Millennium BCP), Miguel Pinto Luz (Câmara Municipal de Cascais), Nuno Piolty de Almeida (Samsung Electronics Portugal) e Luís Bravo Martins (IT People Group).

A conferência foi uma realização da plataforma Portugal Agora, um movimento de pessoas que se propõe a refletir sobre os desafios e questões da atualidade, através de propostas concretas.

De acordo com a plataforma, a expectativa é que o mercado global de smart cities alcance mais de 1,5 trilhão de dólares até 2020. “A tecnologia atual apresenta possibilidades de inovar na gestão urbana de forma nunca vista antes: no planejamento de espaços, numa maior conectividade entre pessoas e instituições, na busca de soluções que maximizem a eficiência energética, na gestão de resíduos e sustentabilidade ambiental e em novos modelos de mobilidade urbana. Todas estas dimensões se agregam as chamadas cidades inteligentes”, disse Carlos Sezões, coordenador do Portugal Agora.

Conheça 10 lugares em Portugal que estão se tornando smart:

• Distrito de Aveiro, em Águeda
• Distrito de Setúbal, em Almada
• Distrito de Porto, em Matosinhos
• Beja
• Distrito Vila Real, em Boticas
• Bragança
• Castelo Branco
• Coimbra
• Évora
• Distrito de Faro, em Lagoa