O trânsito está cada vez mais caótico no Brasil. De acordo com o IBGE, a frota de carros cresceu mais que o número de habitantes do país. Vamos ser mais precisos: enquanto a população cresceu 12,3% entre 2000 e 2010, o número de veículos aumentou em 22% no mesmo período.

Para solucionar o problema do trânsito caótico, alguns países começaram a desenvolver iniciativas que tragam possibilidades para o sistema de mobilidade urbana.

Para mostrar algumas dessas ações, separamos cinco iniciativas positivas adotadas em diversas partes do mundo que estão ajudando a melhorar a mobilidade urbana e servem de exemplo para outras localidades.

Confira:

1. Teleféricos de Medellín

A cidade de Medellín, na Colômbia, foi pioneira ao usar teleféricos como meio de transporte público, beneficiando a população das periferias que vive nos morros. O projeto de 2004, batizado de Metrocable, rendeu o Prêmio de Transporte Sustentável em 2012 à cidade, e permitiu acesso dos bairros mais pobres – chamados comunas – ao espaço público central.

2. Pedágio urbano em Cingapura

Criado em 1975, o pedágio urbano de Cingapura – que hoje evoluiu para um sistema totalmente digital – foi copiado em diversas cidades, como Londres e Estocolmo. Também chamado de taxa de congestionamento, o sistema consiste em estabelecer uma taxa para motoristas acessarem determinadas áreas da cidade em dias e horários definidos pelo governo.

3. Transantiago no Chile

Inaugurado em 2006 o Transantiago, sistema de corredores de ônibus que integrou o ônibus ao metrô, ajudou a melhorar o transporte público da capital do Chile. A frota de ônibus da cidade estava sucateada e quase não havia interligações entre os meios de transporte. A cidade investiu em melhorias na infraestrutura para pedestres e ciclistas e se tornou referência em boas práticas para outras cidades da América Latina. O reconhecimento veio em forma de premiação.

 

4. Rodovia para ciclistas na Alemanha

Inaugurada em 2016, a primeira “superciclovia” do mundo tem 60 quilômetros de extensão e está em uma das regiões de tráfego mais intenso da Alemanha, que liga Dortmund a Duisburg, dois importantes centros industriais do país europeu.

5. Sistema BRT em Curitiba

Criado na década de 70, o sistema BRT – Bus Rapid Transit, ou Transporte Rápido por Ônibus – transformou a capital paranaense em um modelo urbano, renomada em todo o mundo. O sistema consiste em oferecer transporte coletivo de passageiros com mobilidade urbana rápida, confortável, segura e eficiente por meio de infraestrutura separada dos demais sistemas viários, chamados corredores (ou canaletas).