Não é de hoje que as empresas de diversos setores estão cada vez mais preocupadas com o meio ambiente. A sustentabilidade tem sido um diferencial nas instituições nacionais e internacionais. Recentemente, o Banco do Brasil conquistou o título de instituição financeira mais sustentável do mundo e a oitava do ranking Global 100 de 2019, da Corporate Knights. O ranking divulgou as dez corporações mais sustentáveis do mundo, durante o Fórum Mundial Econômico em Davor, na Suíça.

Para definir o ranking, foram avaliadas 7.536 empresas de 21 países diferentes, com base em dados públicos (dados financeiros e relatórios de sustentabilidade) e por meio do contato direto com instituições com ações negociadas em bolsas de valores, com receita bruta anual superior a US$ 1 bilhão e questionário específico.

O índice classifica as empresas pela excelência em sustentabilidade, considerando as dimensões econômica, social e ambiental. A avaliação é baseada em 21 indicadores como: práticas de governança corporativa; racionalização de recursos naturais, resíduos e emissões; gestão de fornecedores; boas práticas com funcionários; capacidade de inovação; receita obtida de produtos ou serviços com benefícios sociais ambientais, entre outros.

Segundo o BB, um dos motivos para a classificação no ranking foi a alocação de R$ 193 bilhões em setores da chamada economia verde, que tem como caraterísticas a baixa emissão de carbono, eficiência no uso de recursos e busca pela inclusão social.

Economia Verde

Você sabe o que é a economia verde? Segundo o Banco do Brasil, integram essa carteira as operações de crédito relacionadas a investimentos e empréstimos para energias renováveis, eficiência energética, construção sustentável, transporte sustentável, turismo sustentável, água, pesca, floresta, agricultura sustentável e gestão de resíduos. Para fomentar uma economia inclusiva também fazem parte da carteira áreas de cunho social, como educação, saúde e desenvolvimento local e regional.

Outras instituições compõem o ranking, são elas:

1. Chr Hansen Holding – Dinamarca
2. Kering – França
3. Nestle Corporation – Finlândia
4. Orsted – Dinamarca
5. GlaxoSmithKline – Reino Unido
6. Prologis – Estados Unidos
7. Umicore – Bélgica
8. Banco do Brasil – Brasil
9. Shinhan Financial Group – Coreia do Sul
10. Taiwan Semiconductor – Taiwan